7 de set de 2007

Primeira Pessoa.

A indelicatessen toma forma...

Formas.
Dezenas,
milhares.


O mundo é cinza,
feio,
tem erupções na face e olha de lado,
como se essa fosse a pose dos grandes homens
.

E ainda se acha deliciousment poderoso em seu micro-pod[r]er.

É medíocre.

O Mundo é banana.
Banana nanica verde, daquelas que amarra a boca só de pensar em moder.

O Mundo é xepa,
é fim de feira, onde todos disputam o melhor pedaço... (do resto)

O mundo tem uma maçã que estraga tudo:
É a maçã-poder que corrói a todas as outras do cesto.

O mundo tem uma psico-maçã que estraga tudo:
A medíocre maçã-tudo-posso que ignora a todas as outras do cesto.

O mundo tem uma maçã-podre-que-estraga-estraga tudo.

É a maçã... A maçã colhida individualmente na xepa, que torce a boca, amarra a boca, poderosa. A maçã auto-autruísta.

É esse podre, "eu".

2 comentários:

Myriam Kazue disse...

não, o mundo não é banana
o mundo, por incrível que pareça,
é bacana

[reflexões depois de algumas vidas vividas, enterradas e renascidas...]

beijo, fernando querido

Maíra disse...

Concordo com a Myriam...
O mundo é reflexo daquilo que pensamos...por mais que possa parecer que tudo é uma ilusão, acredite e sinta que aquilo que você acredita é real.O mundo é bacana, não feito apenas de coisas boas [ou então não existiria] mas com situações e pessoas ruins... é por isso que somos completos, o mundo, os animais... por termos o bem e o mal dentro de nós.
Eu sei que você quis mudar o mundo... não desista! [Assim como eu]

[Nossa, já posso dar palestras de motivação...]

Bjs!