2 de jan de 2007

"Um oitavo de minhas lembranças..."

Semanas No-post. É muito bom voltar. Uma das minhas metas para 2007 é ser mais freqüente aqui, então me cobrem!

O Natal? O Ano Novo? Merecerão postagens futuras. Reservei um oitavo de minhas lembranças de 2006. Um ano de conquistas para muitos de nós. Um ano de 'cair na real' para muitos de nós. Um ano de desespero para muitos de nós. Um ano de batalhas vencidas para todos nós.

2006. Lembraremos da segunda fase da fuvest, de passar na fuvest, do cheiro da fflch. Lembraremos dos amigos do fretado, dos amigos da Letras, dos amigos da ECA, dos amigos da USP. Do salitre do bandejão. Nos lembraremos das eleições. Do Lula de novo. Do picolé de chuchu falecido. Do sombrancelhudo Marcos Martinho, e só cito-o porque lembrei das sombrancelhas do Lembo. Lembraremos do Serra eleito, do Lula reeleito, com jargão que até hoje não sai da mente de quem acompanhou as campanhas: "Deixa o homem trabalhar". A vitória foi dos marqueteiros. Mas a frase "É" de autoria do próprio Lula. Lembraremos da maravilhosa descoberta da Lingüística. E vamos nos lembrar com calidez do fonema /h/*. Lindo fonema.

Lembraremos de um grupo de voluntários que não ocorreu, de planos não realizados, planos de vôo não divulgados... Lembraremos do caos aéreo, do caos em Sampa, do caos no Rio. Lembraremos do caos no Iraque, do caos em Brasília. Do caos em nós mesmos.

Lembraremos do caos da semi-greve. Lembraremos do caos das Assembléias que eram reprises de sí mesmas. Lembraremos das chuvas e das lesmas. E dos estudantes sobre mesas. Lembraremos da lanchonete e suas "framboezas". Lembraremos do Mac'Cohn e da Lanchonete-Surpresa.

Lembraremos dos Folhados mal-assados que nos esperam em Março. De correr pra pegar o Fretado no Paço. Do Felipe com sua bolsa de Bolos no braço. Das aulas do Fábio nos vencendo... cansaço! Do Júpiter e das notas "que vão pro espaço". Dos bixos e bixetes que éramos e que também nos esperam. Dos amigos que obviamente, também erram!

Lembraremos do Lual na Praça do Relógio. Lembraremos da fogueira de 1000 watts. Lembraremos dos visitantes. Lembraremos das FestECAS, de Quinta-&-Brejas e da lama da Poli. E de aulas enlouquecidas na Geociências. Lembrarei da mariposa loura. Lembrarei do Buriti. Lembrarei do Bof'struffas.

Com pesar nos lembraremos da reeleição de Lula. Com pesar nos lembraremos do povo que não foi pra rua. Com pesar nos lembraremos do fim do bom-senso. Com pesar nos lembraremos da inércia dos estudantes engajados, estafantes desgastados. Com pesar nos lembraremos que continuamos com o grito engasgado.

Lembrarei de minha veterana e teacher. Lembrarei do seu Tonny. Das conversas desenfreadas, das pessoas acorrentadas, da amizade desonerada. Lembrarei... Das árvores. Que são firmes. Lembrarei dos Lírios do Campo. Lembrarei de aulas de biologia. Lembrarei que peixes não existem. Do Mc do PIII. De ter deixado pra outra vez. De não sofrer embriaguês. De ver o Brasil virar freguês.

Lembraremos do renascimento dos blogs. Lembraremos da pernosticidade dos 'blogues'. Lembraremos de olhos brilhantes, de mudanças de rumo e de Bonnie Tyler. De Roupa Nova e da Ana (Carolina). Do presidente banana.

Do Chico Buarque e sua discografia, de Mahatma Ghandi e sua dinastia, da nossa Miss e sua coreografia. Do trânsito na Bandeirantes e dos caminhos alternativos. Dos relacionamentos possíveis, dos relacionamentos passíveis, das relações passivas. Lascivas. Moralistas. Social-liberalistas neo-passivistas reificadas. Me lembro da Romênia e da Copa da Alemanha Me lembro do Bandeijão. De conversas com o Glauber. De tomar chuva. Me lembro do guarda-chuva de flores.

Me lembro das Musas. Me lembro do Canto da Sinayoma. Me lembro... dos Contos Fantásticos do sec. XX. De Saussure, Hjelmslev. Me lembro de Camilo Castelo Branco. Amor de Perdição.

Me lembro do Guardador de rebanhos. Me lembro da Bíblia Azul. De Becket. De Rosa... Da história dos ossos e dos lírios do campo.... E de Carlos Drummond de Andrade:

"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro
número e outra vontade de acreditar que daqui para frente... tudo vai ser diferente!"
(Carlos Drummond de Andrade)

7 comentários:

Glauber disse...

Foi uma ano interessante... Faltou mencionar o bom humor do Felix, o meu mau humor e é claro, o seu título, Pop!

Elô! disse...

Esse ano de 2006 foi incrível! Cheio de conquistas, e felicidade por conhecer você, Fer, e outras pessoas maravilhosas (uma boa parte da Letras). Lembra do chat dos desesperados, Fer?! Do Chat no msn?! Que saudade...!

Vocês estão pra sempre no meu coração. E, Fer, conte sempre comigo.

Eu não sabia desse seu apelido de "Pop" rs
O meu era Pops ...!hahaha

Beijo
Feliz 2007

Babi disse...

Poeta, você, como sempre!
Foi um ano bom, de mudanças e de coisas que continuaram iguais. Para mim foi um recomeço, ou talvez apenas um novo começo. Valeram as amizades, e espero que continuemos juntos nos ano por vir.

Sinayoma disse...

Fêeeeeeeeeeeeeee

Adorei o post!

Não tinha me dado conta de que eram tantas coisas! Quantas coisas boas pudemos viver nesse ano! Quantas aventuras...des-venturas e, melhor de tudo,quantas pessoas especiais conhecemos!

Vc tá guardado no meu coraçãozinho! Adorei o "canto da Sinayoma", rs!

Saudade mil!!!

Ótimo 2007!!!
Beijão
Gabi

Felipe disse...

Obrigado pela citação de meu nome...
Mas vc lembrou apenas das sacloas térmicas recheadas de bolos ou lembrou que tem que vendê-las todinhas para ganhar a sua comissão?
hahaha

Glauber disse...

Não... ele deve ter lembrado dessa sua cara feia e mal-humorada, Felizberto! Obrigado por me incluir... e a minha mariposa também... nem eu tinha me ligado... lembraremos também das palavras esquisitas que esse blogger utiliza em sua verificação de palavras...

Nana Carol disse...

Nossa...amei a retrospectiva...acho q foi uma das melhores no nosso mundo dos blogs renascidos...
2007 será ainda mais recheado de histórias e estórias para rechear esses nossos diarios...
Beijinhus